Guia TRABALHO SEGURO de Equipamentos de Proteção Individual

Guia TRABALHO SEGURO de Equipamentos de Proteção Individual. 

Esta página está em constante atualização. Visite-nos regularmente.

Parte 1. Entendendo o que a legislação brasileira exige do Fabricante Nacional ou Importador. 

A Norma Regulamentadora 06: Equipamentos de Proteção Individual estabelece diversos requisitos que devem ser atendidos pelo EMPREGADOR. No contexto dos objetivos deste “Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual”, destacamos os seguintes. 

6.6.1 Cabe ao empregador quanto ao EPI:

a) adquirir o adequado ao risco de cada atividade;

d) orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação;

e) substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;

f) responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica;

Parte 2. Entendendo o que a legislação brasileira exige do Fabricante Nacional ou Importador. 

A Norma Regulamentadora 06: Equipamentos de Proteção Individual estabelece diversos requisitos que devem ser atendidos pelo FABRICANTE NACIONAL OU IMPORTADOR. No contexto dos objetivos deste “Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual”, destacamos os seguintes.

6.8.1 O fabricante nacional ou o importador deverá:

a) cadastrar-se junto ao órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho; 
b) solicitar a emissão do CA; 
c) solicitar a renovação do CA quando vencido o prazo de validade estipulado pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde do trabalho; 
d) requerer novo CA quando houver alteração das especificações do equipamento aprovado; 
e) responsabilizar-se pela manutenção da qualidade do EPI que deu origem ao Certificado de Aprovação – CA;
f) comercializar ou colocar à venda somente o EPI, portador de CA;
g) comunicar ao órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho quaisquer alterações dos dados cadastrais fornecidos;
h) comercializar o EPI com instruções técnicas no idioma nacional, orientando sua utilização, manutenção, restrição e demais referências ao seu uso;
i) fazer constar do EPI o número do lote de fabricação; e,
j) providenciar a avaliação da conformidade do EPI no âmbito do SINMETRO, quando for o caso;
k) fornecer as informações referentes aos processos de limpeza e higienização de seus EPI, indicando quando for o caso, o número de higienizações acima do qual é necessário proceder à revisão ou à substituição do equipamento, a fim de garantir que os mesmos mantenham as características de proteção original. 

Parte 3. Entendendo o Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual. 

Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual apresenta aos profissionais que selecionam, especificam, comprar e usam equipamentos de proteção individual os equipamentos que foram avaliados por um, ou mais, de nossos Profissionais Conveniados. 

Após a avaliação, os resultados são apresentados na respectiva “Fichas de Informações de Segurança para o uso de EPIs”.

As “Fichas de Informações de Segurança para o uso de EPIs” apresentam não apenas as informações apresentadas pelos Fabricantes ou Importadores, mas um documento elabora conjuntamente por eles e por um dos “Profissionais Conveniados do Portal Trabalho Seguro”.

Para facilitar a padronização e utilização das Fichas, as mesmas são apresentadas seguindo o “Método de Doze Passos de Apresentação dos EPIs”, como descrito a seguir:

  1. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  2. IDENTIFICAÇÃO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR.
  3. CERTIFICADO DE APROVAÇÃO (CA)
  4. AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO EPI NO ÂMBITO DO SINMETRO
  5. ORIENTAÇÕES PARA A IDENTIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES CONSTANTES NO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  6. ORIENTAÇÕES PARA A ADEQUADA UTILIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
  7. ORIENTAÇÕES PARA A ADEQUADA MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  8. ORIENTAÇÕES PARA LIMPEZA E HIGIENIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  9. ORIENTAÇÕES QUANTO ÀS RESTRIÇÕES AO USO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  10. OUTRAS INFORMAÇÕES RELEVANTES SOBRE O EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  11. INFORMAÇÕES RELEVANTES SOBRE O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO, FABRICAÇÃO E TESTES DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.
  12. INFORMAÇÕES RELEVANTES SOBRE O APOIO OFERECIDO PELO FABRICANTE OU IMPORTADOR DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL PARA O TREINAMENTO DOS USUÁRIOS E PROFISSIONAIS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO. 

Parte 4. Conhecendo o Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual. 

Os equipamentos de proteção individual serão apresentados no Guia Trabalho Seguro de Equipamentos de Proteção Individual, aqui no Portal Trabalho Seguro.

Nesta fase estamos em processo de elaboração das Fichas de Informação de Segurança de Equipamentos de Proteção Individual e focados na apresentação dos equipamentos recomendados para a proteção contra riscos elétricos.